O que é a tecnologia 3D usada na odontologia e quais suas aplicações práticas

A tecnologia em três dimensões dá outra perspectiva para o dentista que pode, assim, visualizar de forma mais clara e precisa a cavidade bucal e suas estruturas — como os dentes e sua raízes, o maxilar e a mandíbula.

Ela funciona por meio de câmeras, scanners, softwares, fresadoras e impressoras 3D, que elaboram uma imagem perfeita em 3D e, a partir daí, é possível empregá-las em diversos trabalhos. Veja alguns deles:

  • exames de diagnóstico: a partir do modelo da arcada dentária em 3D, o dentista consegue observar de maneira mais nítida e fazer diagnósticos mais assertivos;
  • planejamento e visualização dos resultados: ela também é utilizada para planejar os tratamentos odontológicos, as cirurgias e os implantes dentários — além de dar uma simulação clara da evolução e do resultado desses procedimentos;
  • arquivos digitais de imagens: em vez de moldes de gesso que ocupam espaço, com a tecnologia 3d na odontologia o profissional pode arquivar o molde digital de forma prática e segura;
  • fabricação de moldes da arcada dentária: o software manda as imagens em três dimensões para a impressora 3D, que produz o molde da arcada dentária de maneira rápida e fidedigna;
  • produção de materiais odontológicos: além disso, ela é utilizada na fabricação de muitos produtos que são fundamentais nos tratamentos odontológicos e que são feitos artesanalmente na maneira convencional — como próteses, ossos e restaurações.

Quais são os benefícios da tecnologia 3D na odontologia?

A vantagem dessa tecnologia não se resume à produção de peças odontológicas por meio de impressoras 3D.

Embora esse já seja um grande benefício, é preciso levar em conta alguns fatores que diferem a técnica 3D da tradicional — e é aí que entram os maiores prós desse método.

Precisão e eficácia

Com os modelos em 3D, o dentista consegue ter uma visão mais objetiva e ampla de toda a boca e das suas estruturas.

Assim, ele faz um melhor diagnóstico e planejamento do tratamento ortodôntico, assegurando maior precisão e eficácia aos procedimentos.

Além do mais, nos moldes convencionais de gesso, o odontologista deve ter um maior tempo de estudo da peça.

Ainda assim, ela tem uma alta taxa de erros, já que depende não só do bom trabalho do profissional como da colaboração do paciente para que fique bem condizente com a realidade.

Em contrapartida, o modelo feito em impressora 3D tem maior detalhamento e é, praticamente, livre de erros — pois é produzido por meio das imagens obtidas dos equipamentos de última geração.

Rapidez e agilidade

Peças que, no método tradicional, podem levar até 15 dias para serem confeccionadas, podem ser fabricadas em até 24 horas pelas impressoras 3D.

Isso é fantástico, não é mesmo? Com isso, o tempo total de tratamento pode ser antecipado, dando mais agilidade ao processo.

Além disso, é eliminada a necessidade de coroas provisórias, já que o dentista pode fabricá-las ali mesmo, no próprio consultório.

Dessa forma, diminuem também as consultas ao dentista, pois os procedimentos podem ser feitos em menos visitas do que é exigido pelo jeito convencional.

Conforto e estética

Se já passou pelo processo de fabricação de modelo de arcada dentária do método tradicional você sabe como isso pode ser incômodo e inconveniente.

A massa pode causar engasgos e uma sensação um pouco dolorosa para quem tem dentes sensíveis. Além disso, faz muita sujeira, tanto no paciente quanto na manipulação do produto.

O modelo feito com a massa exige que o paciente fique imóvel e siga algumas recomendações durante o procedimento — o que pode ser difícil para pessoas com dificuldade motora, idosos e crianças.

Com a tecnologia 3D só é necessário que a ponteira do scanner passe pela cavidade bucal — isso torna tudo mais prático e eficiente.

Outra vantagem, agora na parte estética, é que o software é capaz de captar a cor natural dos dentes e reproduzi-la na hora de imprimir a prótese em 3D.

Dessa maneira, fica imperceptível a diferença entre o dente do paciente e a prótese ou a restauração.

Onde encontrar esse método?

Embora a tecnologia 3D na odontologia seja um salto na evolução dos procedimentos odontológicos, estima-se que apenas 1% dos 290 mil dentistas no Brasil tenham à disposição esse recurso tão moderno.

Se pensarmos que o país tem mais de 207 milhões de pessoas, podemos dizer que poucas serão beneficiadas com o acesso a essa inovação tecnológica da odontologia.

No entanto, a tendência é que cada vez mais profissionais sejam adeptos e especializados em odontologia digital.

Por isso, não deixe de conhecer a Linha 3D da Gnatus, pois nela você encontra o que há de mais moderno em equipamentos para tornar seu atendimento ainda mais prático, rápido e lucrativo!

A tecnologia 3D na odontologia traz mais rapidez, precisão e conforto para os tratamentos odontológicos, garantindo maior agilidade e comodidade ao trabalho dos profissionais envolvidos — além de maior satisfação do paciente.

Você está convencido de que a tecnologia 3D pode ser a solução que você esperava para oferecer um melhor atendimento odontológico? Então solicite agora mesmo o contato de um consultor, é só preencher o formulário abaixo!

Fale com um consultor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *