O papel do dentista na prevenção e conscientização

Apesar do aumento na procura de profissionais da área de odontologia, principalmente para tratamento estético, não é de costume da população manter consultas rotineiras para prevenção e manutenção da saúde bucal. Por isso, essa conscientização deve ser estimulada pelos dentistas.

Sabemos que inúmeros casos seriam resolvidos de maneira mais rápida e com menos incomodo ao paciente se diagnosticados em consultas periódicas e este é um excelente argumento para desenvolver essa compreensão.

Podemos afirmar com segurança de que a prevenção é fundamental para todos os processos de saúde e com medidas e ações de prevenção e conscientização podemos fortalecer a saúde de um indivíduo, mas de toda uma população.

O cuidado e cautela com a saúde bucal deve ter início já na primeira infância, com a cumplicidade entre os pais e o cirurgião-dentista responsável ao explicar, para os pequenos, a relevância da higienização bucal, após as principais refeições diárias, por exemplo.

É importante que o dentista deixe claro, aos seus pacientes que este processo, que envolve a compreensão, pode prevenir, pois, o profissional tem conhecimento e sabe como intervir e evitar. Além dos procedimentos de rotina oferecerem a oportunidade do profissional trabalhar junto aos pacientes, instruindo-os da melhor forma.

Algumas vezes só a conversa não convence o paciente de fazer consultas de rotina. Para tanto é possível fazer uso de materiais informativos que mostrem os procedimentos básicos de uma consulta periódica e como ela pode ser um diferencial na saúde bucal.

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse? Cadastre seu e-mail:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *