fbpx
Criança sorrindo em consultório segurando o dente

Uma displasia do esmalte dos dentes causada por um distúrbio que afeta as células de produção do esmalte provoca alterações na qualidade e dureza do dente, que fica mais poroso e por tanto, mais frágil e propicio a caries.

Conhecida também como dente de giz, é uma condição que pode apresentar como sintomas o aparecimento de manchas branco-amareladas ou amarronzadas, como também dores e sensibilidade nas crianças, além de contribuir para a baixa autoestima delas.

Não há uma causa única para o problema, não existindo uma fórmula exata de prevenção, e costuma afetar 20% das crianças, se destacando no grupo de idade entre 5 e 6 anos e como o próprio nome já sugere, costuma atingir mais os dentes molares e incisivos.

Por isso a frequência de consultas para os pequenos é essencial para o diagnóstico precoce e então o tratamento mais leve e menos invasivo. Já que o tratamento para a hipomineralização molar-incisivo, como em todo procedimento odontológico, dependerá de análise do profissional que avaliará a gravidade do dente afetado, abrangendo desde medidas preventivas até procedimentos restauradores complexos.

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse ? Cadastre seu e-mail:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *