fbpx
Anestesia odontológica de acordo com o procedimento estético---BLOGNATUS

Muitas vezes os pacientes que procuram por procedimentos estéticos chegam ao consultório querendo ver a mágica acontecer sem desconforto ou dor. Além de colocá-los em uma cadeira superconfortável comum kit massageador, uma boa solução para esse desejo é o uso de anestésicos, mas você conhece todas as opções do mercado? Sabe qual a melhor opção para cada procedimento?

Leia o texto até o final para descobrir.

O mercado tem várias opções de anestésicos que se dividem em três principais grupos: geral, regional e local. A mais recomendada para os procedimentos estéticos de harmonização orofacial e por isso será o nosso foco nesse texto.

Todos os anestésicos locais são para bloquear temporariamente a condução nervosa em parte do corpo, gerando a perda das funções autonômicas, sensibilidade térmica, dolorosa, tátil, motora e relações de pressão e vibração. Mas eles ainda se subdividem em dois grupos: tópica e infiltrativa.

A mais comum e indicada na maioria dos procedimentos de harmonização é a infiltrativa por dispensar o bloqueio em regiões pequenas. Podendo ser aplicada, com uma injeção, próxima a ramos nervosos terminais para facilitar sua absorção.

Já a anestesia tópica, comercializada na forma de pomada ou creme, é uma opção utilizada para aplicação sobre mucosa ou pelo. Ela serve para amenizar a dor causada, principalmente, em procedimentos com agulha e ou um pouco mais invasivos.

Como tudo na odontologia a aplicação da anestesia odontológica, até mesmo em procedimentos estéticos de harmonização orofacial, pede por conhecimentos e atualização do dentista para garantir um tratamento mais seguro e deve ser indicada após uma prévia avaliação do profissional em cada caso específico.

Você também pode se interessar:

 

Quer receber mais conteúdos como esse? Cadastre-se agora:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *